Daniela Albuquerque cita Silvio Santos como inspiração para novo programa

Daniela Albuquerque cita Silvio Santos como inspiração para novo programaFotos: Fernanda Simão/RedeTV!
Nesta quarta-feira (16), a RedeTV! promoveu uma coletiva de imprensa para apresentar detalhes de seu novo programa dominical, o “Sensacional”, que estreia neste próximo domingo (20), às 16h.
Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, a apresentadora Daniela Albuquerque e o diretor Thiego Moltini falaram sobre a nova atração e a expectativa para o lançamento.
Confira: 
NaTelinha – Qual a expectativa da direção não só em termos de audiência, mas de qualidade e também da forma que o público irá receber tudo isso em casa? A gente já viu que é um programa semelhante aos que já temos no ar, mas com um jeito diferente de fazer.

Tiago Aprigio, Thiego Moltini,Daniela Albuquerque e Fabio Arruda – Foto: Divulgação
Thiego Moltini – Eu acho que vai receber bem. Acho que temos que ter paciência, porque a RedeTV! neste horário (16h) nunca teve um programa, um horário que estava com anunciante e agora tem um programa novo. Eu acho que vai ser muito bem recebido. A Dani é uma pessoa muito simples, humilde. Ela fala da mesma forma com uma participante e com uma convidada do programa.
E isso que a gente falou, é mais do mesmo, mas com maneiras diferentes. A espontaneidade da Dani vai ser explorada. Se ela errar não vamos cortar, não vamos fazer o certinho. Ela não é perfeita, Eliana não é, Faro não é. Mas não vamos engessar a Daniela.
NaTelinha – Sobre fazer o programa ao vivo, você já comentou com a gente que nunca foi trabalhado em pauta por vocês, mas se o resultado for positivo há a possibilidade, justamente para explorar ainda mais a espontaneidade dela?
Thiego Moltini – Olha a decisão de ser ao vivo ou não, não sou eu que escolho. Se for, eu estou preparado. Tem seus prós e contras. No ao vivo, numa disputa por audiência, podemos trabalhar mais os números. Esticar um quadro que está dando audiência e tirar um que não está. Por outro lado, a finalização é diferente. No gravado conseguimos fazer uma edição diferente, um filtro… Tem os prós e os contras. Se um dia falarem para fazermos ao vivo, estamos preparados.
NaTelinha – Foi dito no lançamento do programa “Chega Mais”, em fevereiro, que a RedeTV! não iria explorar o assistencialismo com sensacionalismo em busca da audiência. É uma regra que se estende ao “Sensacional”, já que os concorrentes exploram essa vertente?
Thiego Moltini – Não é o foco. Eu não vou procurar uma pessoa que precise pagar o aluguel porque se não será despejada… Se alguém nos procurar precisando de ajuda e nós conseguirmos ajudar, com certeza. Não vamos negar ajuda, mas não todo o domingo. Não é a ideia do programa. Não vamos explorar as coisas negativas de um convidado. Se for algo que aconteceu na semana, falamos, mas não vamos tentar audiência fazendo o pessoal de casa ficar com dó da pessoa, não é essa a ideia.
NaTelinha – Dani, o que você trará para fazer diferente no “Sensacional”?
Daniela Albuquerque – Eu acho que minha espontaneidade. Quando você é espontâneo, faz o que gosta, as coisas acabam ficando mais reais, palpáveis, mais orgânicas… Quando a gente ama o que a gente faz, as coisas ficam mais de verdade. Quem está assistindo vai ver. Eu não gosto de ficar só no estúdio, eu gosto de ir pra rua, fazer matéria.
NaTelinha – Você tem vontade de voltar a fazer programa ao vivo?
Daniela Albuquerque – Eu sou o tipo de pessoa que no gravado ou ao vivo, gosto de fazer os dois. No gravado pode arrumar ou fazer uma coisinha, no ao vivo vai direto. Independente se é ao vivo ou gravado, vai ser a mesma Daniela.
NaTelinha – Quem é a sua inspiração?
Daniela Albuquerque – Eu não sou o tipo de pessoa que quer copiar alguém. Olha, a Daniela está igual a pessoa tal, fazendo a mesma coisa… É um erro ir por esse caminho. Dentro da minha realidade e no que acredito, tenho que melhorar eu. As pessoas gostarem de mim.
A Hebe trabalhou aqui, era incrível. Pessoa amiga, ser humano fantástico. Mas dentro de um programa de auditório, como eu estou agora nesse desafio, nunca fiz… Para mim um mestre é o Silvio Santos, ele faz muito bem isso.
NaTelinha – Vocês já se encontraram, né?
Daniela Albuquerque – Já sim. Ele é um amor, formidável. Eu gravei aquele jogo das três pistas. Uma aula. Foi muito legal comigo, foi no camarim…
Natelinha

Comments are closed